ABN Newswire http://www.abnnewswire.net Tue, 23 Sept 2014 16:20:13 newsroom@abnnewswire.net newsroom@abnnewswire.net 60 <![CDATA[ Baobab Resources (LON:BAO) Confirma Qualidade do Produto a partir de Testes Piro Metalúrgicos do CSIRO ]]> br32753 Y http://www.abnnewswire.net/press/br/32753/ Fri, 11 Apr 2014 16:00:08 GMT Baobab Resources (LON:BAO) Confirma Qualidade do Produto após a bem sucedida campanha de ensaios piro metalúrgicos concluídos durante o Pré-Estudo de Viabilidade. A empresa completou a segunda rodada do beneficiamento à escala real com testes de redução e fusão de minério de ferro oxidado que, mais uma vez demonstra que um produto de ferro-gusa de baixa impureza pode ser alcançado.

- Foi produzida uma liga final de ferro contendo 99% Fe após refinar, que é significativamente mais puro do quea especificação de um produto comercial de ferro-gusa.

- Criticamente, as experiências demonstraram que tanto titânio como vanádio podem ser retirados do ferro-gusa para separar produtos de escória secundários.

- O processo de produção de ferro pode ser adaptado de forma a garantir que os produtos são personalizados para atender às necessidades dos usuários finais (especialmente no que diz respeito ao teor de carbono). Assumindo uma composição final contendo 4,0% de carbono, os resultados de teste indicam que pode ser produzido um produto de ferro-gusa de alta qualidade com as seguintes especificações (após remoção de Vanádio):
--------------------------------------------
Carbono:   4,0%         Enxofre:     <0,01%
Silício;   0,1 a 0,3%   Fósforo:     <0,01%
Manganês:  <0,2%        Cobre:       <0,04%
Vanádio:   <0,2%        Outros:       <0,1%
Titânio:   <0,05%       Ferro:  5,0 a 95,5%
--------------------------------------------
- O teste confirmou ainda a adequação de três fontes locais de carvão térmico (de duas operações comerciais e de um projeto em desenvolvimento na área adjacente ao Projeto de Tete) no processo de redução, atingindo pelo menos 85 %, e até 93 %, de metalização.

- As amostras deminério de ferro óxido de Tenge, carbonato de Massamba, e produto de carvão térmico local chegaram ás instalações de teste de FLSmidth nos EUA, onde estão programados testes piloto de redução à escala real a ter início este mês.

- Serão realizadosmais testes em maior escala utilizando o ferro diretamente reduzido produzido em FLS para confirmar as especificações finais de ambos produtos secundários de titânio e vanádio.

O Sr. Ben James, Diretor Geral da Baobab, comentou hoje: "A segunda rodada de resultados piro metalúrgicos confirma a convicção da Empresa de que um ferro-gusa de alta qualidade, baixa impureza, pode ser produzido a partir dos recursos de minério de ferro da Baobab e de carvão térmico local; do carvão que está sendo produzido como um subproduto do processo de lavagem nos limites do projeto e que, devido a limitações logísticas e restritas condições de mercado, não é considerado comercialmente viável para exportação e está sendo armazenado e, em alguns casos, novamente enterrado.
"É importante lembrar que o trabalho de teste demonstra a remoção limpa de titânio para a escória e o vanádio pode também ser libertado separadamente. Trabalho de teste a escala alargada, usando o DRI produzido na simulação de redução à escala piloto, vai esclarecer as especificações de ambos os produtos secundários.".

Para ver o anúncio, por favor visite:
http://media.abnnewswire.net/media/en/docs/76908-LON-BAO-20140411.pdf

Baobab Resources PLC
Ben James
Managing Director	
Tel: +258 21 415 200

Jeremy Dowler
Chairman	
Tel: +44 1372 450529

Frank Eagar
CFO
Tel: +258 21 415 200

Grant Thornton UK LLP
Philip Secrett
David Hignell
Jamie Barklem
Tel: +44 20 7383 5100

Shore Capital Group
Jerry Keen
Toby Gibbs
Tel: +44 20 7468 7964

]]>
newsroom@abnnewswire.net
<![CDATA[ BRR Media entrevista Ben James, Diretor Executivo da Baobab Resources (LON:BAO) ]]> br32752 Y http://www.abnnewswire.net/press/br/32752/ Mon, 31 Mar 2014 14:56:04 GMT BRR Media entrevista Ben James, Diretor Executivo da Baobab Resources (LON:BAO) em seguimento da liberação da declaração de Recursos Mensurados de Tenge

Para escutar a entrevista em audio, por favor visite o site da Baobab Resources:
http://baobabresources.com/webcasts

Baobab Resources plc
Ben James
T: +258-21-415-200
WWW: www.baobabresources.com

]]>
newsroom@abnnewswire.net
<![CDATA[ Baobab Resources Plc (LON:BAO) Recursos Medidos Apoiam um Mínimo de 20 Anos de Operação em 39% Fe de Qualidade à Entrada ]]> br32751 Y http://www.abnnewswire.net/press/br/32751/ Thu, 27 Mar 2014 18:00:13 GMT Baobab Resources Plc (LON:BAO), a empresa com enfoque no desenvolvimento de recursos de Moçambique, tem o prazer de apresentar o seguinte resumo da estimativa de recursos Medidos no bloco de recursos de Tenge do projeto de ferro gusa e ferro-vanádio de Tete (o 'Projeto de Tete') em que a Empresa detém uma participação de 85% e em que a International Finance Corporation ('IFC') detém um interesse participativo de 15%.

DESTAQUES

- Com base nos resultados dos programas de perfuração infill concluídos durante 2013, o especialista internacional em geologia e mineração, SRK Consulting (África do Sul), concluiu uma análise e reclassificação do bloco de recursos de Tenge. Todo o trabalho foi concluído de acordo com as orientações do atualizado código JORC 2012.

- Remodelação geológica ampliou os recursos de Tenge em 29Mt para 222Mt, com a seguinte classificação:

MEDIDO: 156Mt @ 38% Fe e 0,42% V2O5.

INDICADO: 66Mt @ 34% Fe e 0,38% V2O5.

- A base global de recursos do Projeto de Tete agora atesta 759Mt (JORC 2004 e 2012), 553Mt dos quais são definidos, subjacentes à pegada de 2.5km2 do prospeto de Tenge/Ruoni (156Mt Medidos, 167Mt Indicados e 262Mt Inferidos).

- Todos os 62Mt de material de recurso contidos dentro da concha do poço de arranque de Tenge, projetado durante o Pré-Estudo de Viabilidade de 2013 para apoiar os primeiros 20+ anos de operação em 1Mtpa de produção de ferro gusa, foram classificados como Medidos e relata uma medida de qualidade à entrada de 39% Fe.

- A concha do poço será revista e ampliada para incorporar outros, previamente recursos não classificados, durante a próxima fase de optimização do poço, programação da mina e classificação de Reservas.

- A estimativa de 156Mt de recursos Medidos excede de longe a meta inicial de recursos da Empresa apoiando os 10 primeiros anos de operação (C. 30Mt).

-Este marco importante é um pré-requisito fundamental para promover discussão realmente significativa com instituições de financiamento comercial e de desenvolvimento.

- Programas de trabalhos de teste de redução e de fundição à escala real e piloto estão progredindo bem, com uma atualização para breve.

O Sr. Ben James, Diretor Geral da Baobab, comentou hoje: "A declaração de recursos de hoje assinala marca uma etapa significativa para a Baobab, substancialmente eliminando o risco do Projeto de Tete e consolidando uma base sólida sobre a qual construir uma operação de ferro gusa e ferro-vanádio de grande escala, longa vida útil e elevada margem. A classificação de um mínimo de 20 anos de operação em uma categoria Medida, especialmente para os padrões exatos do código JORC 2012 revisto, é um sensacional resultado e sublinha a robusta continuidade geológica e geoquímica do depósito.

" A equipe técnica da Baobab continua a trabalhar sistematicamente pelo Estudo Definitivo de Viabilidade, dando prioridade a áreas de risco percebido, e a Empresa aguarda com expectativa manter os investidores atualizados com a evolução."

Para visualizar tabelas e valores completos, visite:
http://media.abnnewswire.net/media/en/docs/76814-LON-BAO-20140327.pdf

Baobab Resources PLC
Ben James
Managing Director
Tel: +258-21-415-200

Jeremy Dowler
Chairman
Tel: +44-1372-450529

Grant Thornton UK LLP
Philip Secrett
David Hignell
Jamie Barklem
Tel: +44-20-7383-5100

Shore Capital Group
Jerry Keen
Toby Gibbs
Tel: +44-20-7468-7964

]]>
newsroom@abnnewswire.net
<![CDATA[ Baobab Resources plc (LON:BAO) Resultados Provisórios para o Semestre findo em 31 de dezembro de 2013. ]]> br32750 Y http://www.abnnewswire.net/press/br/32750/ Wed, 5 Mar 2014 18:14:49 GMT Baobab Resources plc (LON:BAO), a empresa de exploração de minério de ferro, de base e de metais preciosos, com um portfólio de projetos de exploração em Moçambique, tem o prazer de anunciar os seus Resultados Provisórios para o semestre findo em 31 de dezembro de 2013.

Jeremy Dowler, Presidente da Baobab, comentou:

"Tenho o prazer de apresentar os resultados auditados da Empresa para o semestre findo em 31 de dezembro de 2013. Baobab tem a sorte de contar com acionistas muito solidários, AMED e o IFC, que ambos remeteram fundos após a data do Balanço. AMED remeteu fundos como um resultado da conclusão e aprovação da colocação condicional de 8.500.000 ações ordinárias a um preço de colocação de 15p por ação e o IFC contribuiu com aproximadamente GBP425,000 que representam o saldo da sua parte das despesas na joint venture com o projeto de ferro-gusa/vanádio de Tete até 31 de dezembro de 2013."

O Relatório Financeiro Provisório de 31 de dezembro de 2013 está disponível no website da Companhia www.baobabresources.com. Extratos dessas demonstrações financeiras estão no link abaixo.

Para visualizar o Relatório Financeiro Provisório, visite:
http://media.abnnewswire.net/media/en/docs/76718-LON-BAO-20140305.pdf

Baobab Resources plc	
Ben James
Managing Director
Tel: +258 21 415 200

Frank Eagar
CFO
Tel: +258 21 415 200
Baobab Resources plc


Jeremy Dowler
Chairman 
Tel: +44 1372 450 529

Grant Thornton UK LLP (Nomad)
Philip Secrett/ David Hignell/Jamie Barklem	
Tel: +44 20 7383 5100

Shore Capital (Broker)	
Jerry Keen / Toby Gibbs	
Tel: +44 20 7408 4090

]]>
newsroom@abnnewswire.net
<![CDATA[ Baobab Resources Plc (LON:BAO) Resultados Iniciais de Perfuração Apontam para Maior Qualidade à Entrada e Menores Custos Operacionais ]]> br32749 Y http://www.abnnewswire.net/press/br/32749/ Wed, 12 Feb 2014 16:40:48 GMT Baobab Resources Plc (LON:BAO) tem a satisfação de apresentar a seguinte atualização dos resultados iniciais de perfuração relacionados com as estimativas dos recursos mensurados do bloco de Tenge da operação de ferro-gusa e ferro-vanádio da Empresa, em Moçambique.

DESTAQUES

- A campanha de perfuração de 2013 teve enfoque na conversão das porções superiores do bloco de recursos de Tenge, representando os primeiros 10 a 15 anos de operação, a uma categoria Mensurável compatível com JORC.

- O especialista internacional de geologia e de mineração, SRK Consulting (South Africa), foi contratado para completar a estimativa de recursos até o fim do 1o Trimestre de 2014.

- Resultados analíticos foram retornados dos primeiros 10 furos de circulação inversa (RC) do recurso de Tenge com significativas intercepções reportando um nível médio à entrada de 42% Fe. Estes resultados são consideravelmente mais altos que o atual 36% das 553MT do recurso combinado de Tenge/Ruoni e em linha com a média ponderada de 45% Fe reportada da amostragem de canal de duas grandes valas situadas no cume enriquecido da montanha de Tenge (para detalhes, ver RNS datado de 20 de dezembro de 2013).

- Está previsto um aumento de c. 17 % em qualidade à entrada que é provável resultar em tonelagem anual mais baixa de minério bruto e conseqüentemente custos totais mais baixos de mineração por tonelada de ferro-gusa produzido.

- Amostras a granel recolhidas das valas de Tenge foram processadas nos laboratórios de Mintek na África do Sul e estão sendo despachadas, juntamente com amostras de carvão a granel e de carbonato, para instalações piloto nos EUA e Japão para trabalho de teste de redução.

Testes em escala piloto de fundição não fluxada realizados pelo CSIRO em 2013 confirmaram que um produto de ferro gusa de baixa impureza poderia ser produzido usando minério de ferro da Baobab e carvão térmico local de Moçambique (consulte a RNS de 4 Março de 2013 para mais detalhes). Testes posteriores de fundição fluxada estão em fase de conclusão e fornecerão os primeiros dados empíricos sobre a composição dos produtos secundários de escória de vanádio e titânio. Espera-se que os resultados estejam disponíveis nas próximas semanas.

O Sr. Ben James, Diretor Geral da Baobab, comentou hoje: "Os resultados de RC até a data apresentam um incentivo particular porque apontam para um potencial de níveis à entrada mais altos no Monte Tenge. Isto terá um impacto significativo nos custos de mineração e de processamento durante a primeira década de produção."

RESUMO DO RECURSO DE TENGE/RUONI e ÚLTIMOS RESULTADOS

Tenge/Ruoni é a área potencial mais oriental do Grupo de Massamba, Projeto de Tete. A mineralização na área ocorre em estruturas sinformais com a dobra suavemente mergulhando para oeste-noroeste. Os membros do norte e do sul da dobra constituem os blocos de recursos de Ruoni Norte e de Ruoni Sul, enquanto a dobra de afloramento constitui o leste do bloco de recursos de Tenge. A porção central enterrada da dobra constitui o bloco de recursos da Baixa de Ruoni.

Durante as temporadas de campo de 2011 e 2012 a Empresa completou c.35.000m perfuração de diamante e circulação inversa (RC) através de todos os quatro blocos de recurso de Tenge/Ruoni culminando na estimativa de um recurso combinado em conformidade com JORC de 553Mt @ 36% Fe, 0,4% 5 V2O5 e 13,3% TiO2, dos quais 335.8Mt foram classificados como Inferidas e 217.3Mt foram classificadas como Indicadas. Foram também estimados mais 173.9Mt de recursos inferidos nos blocos de Chitongue e Zona Sul para oeste, resultando numa base global de recursos de 727Mt (por favor consulte a RNS datada de 3 de abril de 2013 para detalhes sobre todas as estimativas de recursos).

Os programas de perfuração de 2013 tiveram enfoque na conversão das porções superiores do bloco de recursos de Tenge, representando um mínimo de 10 anos de operação, a uma categoria Mensurável compatível com JORC. Foram completados 49 furos para um total de 5.940m (11 furos de diamante para 1.401m e 38 furos de RC para 4.905m).

Foram recebidos os resultados analíticos para os primeiros 10 furos de RC, cujos resultados significativos estão tabulados abaixo. A média reportada de qualidade à entrada das intercepções significativas é de 42% Fe, 0,5% V2O5 e 15,8% TiO2 com os níveis de concentrado com a Recuperação de Tubo de Davis (DTR) reportando uma média ponderada de 58% Fe, 0,8% V2O5 e 13,4% TiO2 numa recuperação maciça de 47%.

A análise de todas as restantes amostras de perfuração está prevista para conclusão e compilação até o final de fevereiro. O internacionalmente reconhecido especialista de geologia e de mineração, SRK Consulting (South Africa), foi contratado para revisar e atualizar a estimativa do recurso de Tenge. A estimativa revisada está programada para ser finalizada até o final do 1o Trimestre de 2014. Para mais informações sobre SRK Consulting, por favor visite www.srk.co.za.

Para visualizar os resultados apresentados de perfuração, por favor visite:
http://media.abnnewswire.net/media/en/docs/76631-LON-BAO-20140212.pdf

Baobab Resources PLC
Ben James: Managing Director
Tel: +258 21 415 200

Jeremy Dowler: Chairman
Tel: +44 1372 450529

Frank Eagar: CFO
Tel: +258 21 415 200

Grant Thornton UK LLP
Philip Secrett | David Hignell | Jamie Barklem
Tel: +44 20 7383 5100

Shore Capital Stockbrokers
Jerry Keen | Toby Gibbs
Tel: +44 20 7468 7964

Fortbridge Consulting
Matt Beale
Tel: +44 7966 389 196

]]>
newsroom@abnnewswire.net
<![CDATA[ Baobab Resources Plc (LON:BAO) Conclusão do Programa Mensurado de Perfuração de Recursos de 2013 e Resultados Preliminares de Vala ]]> br32748 Y http://www.abnnewswire.net/press/br/32748/ Fri, 20 Dec 2013 18:01:59 GMT Baobab Resources Plc (LON:BAO) ( "Baobab" ou a "Empresa") tem o prazer de oferecer a seguinte atualização sobre as atividades relacionadas com o Estudo de Viabilidade Susceptível de Financiamento ('BFS') da operação de ferro gusa e de ferro-vanádio da empresa em Tete, Moçambique.

DESTAQUES

A campanha de perfuração de 2013 foi concluída com êxito para um total agregado de 5.940m (diamante e RC), o que eleva a 41.175m o total metros perfurados no potencial de Tenge/Ruoni desde 2011.

Foi dada prioridade a perfuração para converter as porções superiores do bloco de recursos Tenge, representando um mínimo de 10 anos de operação, a uma categoria Mensurável compatível com JORC. Resultados analíticos preliminares são esperados em janeiro de 2014 com um cálculo revisado de recursos a ser completado pelo fim do 1o Trimestre de 2014.

Foram escavadas duas grandes valas de amostra a granel tranzonais na montanha de Tenge até uma profundidade média de 2m. As valas, fornecendo um total de 317m de exposição mineralizada exposição através do depósito, foram sistematicamente amostradas em canal e analisadas com resultados reportando uma média ponderada de elevado grau de 45,5% Fe, 18,4% TiO2 e 0,53% V2O5.

Amostras a granel coletadas das valas, a par de amostras a granel de carvão e carbonato, estão sendo processadas nos laboratórios Mintek na África do Sul antes de serem despachadas para plantas piloto nos EUA e Japão para testes de redução.

Testes em escala piloto de fundição não fluxada realizados pelo CSIRO no início do ano confirmaram que um produto de ferro gusa de baixa impureza poderia ser produzido usando minério de ferro da Baobab e carvão térmico local de Moçambique (consulte a RNS de 4 Março de 2013 para mais detalhes). Testes posteriores de fundição fluxada estão em curso e fornecerão os primeiros dados empíricos sobre a composição dos produtos secundários de escória de vanádio e titânio. Os resultados são esperados no início de 2014.

As discussões com entidades dos setores público e privado em relação a alocação portuária e ferroviária estão fazendo progressos sólidos e espera-se que sejam formalizadas em breve por meio de documentação de Memorando de Entendimento ('MoU') antes da elaboração dos acordos nos quais serão estabelecidas as condições de acesso e tarifas.

Estão sendo preparados os pedidos de título de mineração e de licença industrial para submissão em janeiro de 2014. A avaliação de impacto ambiental ('EIA') e plano de realojamento e programa comunitário de desenvolvimento comunitário e empresarial associados estão fazendo bons progressos sob a orientação de Elisa Vicente, recém-nomeada Gerente de Saúde e Meio Ambiente e Social da Baobab.

O Sr. Ben James, Diretor Geral da Baobab, comentou hoje: 'A Baobab está satisfeita com os progressos realizados este ano em priorizar sistematicamente a abordagem em áreas de percepção de risco, que nos aproxima da realização do Estudo de Viabilidade Susceptível de Financiamento em 2014. Os resultados dos programas em curso irão reforçar significativamente a posição da Empresa avançando para a próxima ronda de conversações com potenciais parceiros estratégicos durante os próximos meses. Os resultados analíticos da amostragem de vala são encorajadores e indicam um teto de grau superior para o depósito de Tenge.'

Baobab Resources PLC
Ben James: Managing Director
Tel: +258 21 415 200

Jeremy Dowler: Chairman
Tel: +44 1372 450529

Frank Eagar: CFO
Tel: +258 21 415 200

Grant Thornton UK LLP
Philip Secrett | David Hignell | Jamie Barklem
Tel: +44 20 7383 5100

Shore Capital Stockbrokers
Jerry Keen | Toby Gibbs
Tel: +44 20 7468 7964

Fortbridge Consulting
Matt Beale 
Tel: +44 7966 389 196

]]>
newsroom@abnnewswire.net
<![CDATA[ Baobab Resources (LON:BAO) Ao vivo em Londres ]]> br32747 Y http://www.abnnewswire.net/press/br/32747/ Tue, 3 Dec 2013 11:23:34 GMT Nesta quinta-feira, 5 de dezembro, há duas oportunidades para ver Ben James, MD da Baobab Resources (LON:BAO), atualizando os mercados com as últimas notícias da empresa e o que esperar em 2014.

Ben irá apresentar no 96th Minesite Forum na quinta-feira de manhã e no Proactive Investors One2One Investor Forum à noite. Ele espera que você possa ser capaz de assistir a um (ou ambos!) dos eventos e gostaria de ter a oportunidade de se encontrar lá com você.

Ambos os eventos são de participação gratuita e você pode ver mais detalhes e registrar, através dos links abaixo.

96th Minesite Forum:
http://baobabresources.cmail1.com/t/r-l-nkjitdd-httljhtuy-i/

One2One Series:
http://baobabresources.cmail1.com/t/r-l-nkjitdd-httljhtuy-d/

Baobab Resources plc
Ben James
T: +258-21-415-200
WWW: www.baobabresources.com

]]>
newsroom@abnnewswire.net
<![CDATA[ Baobab Resources Plc (LON:BAO) Atualização do Projeto de JV de Changara com Metals of Africa ]]> br32746 Y http://www.abnnewswire.net/press/br/32746/ Wed, 27 Nov 2013 19:00:16 GMT Baobab Resources Plc (LON:BAO) ('Baobab' ou a 'Empresa') está plenamente focada em Moçambique onde desenvolve um projeto de ferro-gusa e de ferro-vanádio na província de Tete (o Projeto de Tete), um dos centros de mineração da África de mais rápido crescimento. Outros ativos no portfólio da Empresa incluem o projeto de Changara que está sendo operado em uma Joint-Venture ('JV') com a empresa Metals of Africa listada na ASX (por favor, consulte a RNS datada de 28 de novembro de 2012).

Baobab anuncia que hoje foi feita uma atualização de exploração por Metals of África (ASX:MTA). Um extrato do comunicado é apresentado abaixo e o anúncio completo está disponível no site da Australian Stock Exchange

http://www.asx.com.au/asx/research/companyInfo.do?by=asxCode&asxCode=mta

Em alternativa, os investidores poderão fazer o download de uma cópia a partir do site da Empresa:

http://baobabresources.com/investor/aim-announcements

DESTAQUES

- A descoberta de um terceiro sistema de veio mineralizado no Projeto de Joint Venture de Changara (consulte o RNS de 4 de Outubro de 2013 para obter detalhes sobre as descobertas anteriores).

- Graus iniciais de até 8,2% Pb e 3,250ppm Zn revelados na análise XRF no novo Potencial "Fred-Lead".

- Zona anômala de Zn ( >1.000 ppm) em amostragem de solo, alojada estratigraficamente, através de uma falha com mais de 1 km de comprimento adjacente ao veio.

- Está em curso um programa de amostragem de solo para descobrir novos potenciais mineralizados.

Para visualizar o comunicado de Metals of África, por favor visite:
http://media.abnnewswire.net/media/en/docs/76242-LON-BAO-20131127.pdf

Baobab Resources PLC
Ben James: Managing Director
Tel: +258 21 415 200

Jeremy Dowler: Chairman
Tel: +44 1372 450529

Frank Eagar: CFO
Tel: +258 21 415 200

Grant Thornton UK LLP
Philip Secrett | David Hignell | Jamie Barklem
Tel: +44 20 7383 5100

Shore Capital Stockbrokers
Jerry Keen | Toby Gibbs
Tel: +44 20 7468 7964

Fortbridge Consulting
Matt Beale 
Tel: +44 7966 389 196

]]>
newsroom@abnnewswire.net
<![CDATA[ Baobab Resources Plc (LON:BAO) Descoberta de Fonte de Fluxo a cerca de 5 km do Depósito Tenge/Ruoni ]]> br32745 Y http://www.abnnewswire.net/press/br/32745/ Thu, 7 Nov 2013 16:56:10 GMT Baobab Resources Plc (LON:BAO) ( "Baobab" ou a "Empresa") tem o prazer de fornecer mais informações sobre a recém-descoberta de seqüência de rochas carbonáticas localizadas a cerca de 5 km do bloco de recursos de Tenge/Ruoni da Empresa e da proposta operação de ferro-gusa e ferro-vanádio.

DESTAQUES

- Foi descoberto um significante depósito de carbonatos (calcário/dolomite) a cerca de 5km a noroeste do bloco de recursos de minério de ferro de 550Mt de Tenge/Ruoni da planejada unidade de produção de ferro gusa. O carbonato é necessário como um fluxo no processo de produção de ferro para limpar o metal de impurezas e gerenciar a viscosidade das escórias.

- Meta de Exploração Interna de carbonatos de 24,5Mt a 40,8Mt suficiente para apoiar requisitos de fluxo para uma operação de ferro-gusa de 1Mtpa durante um mínimo de 50 anos.

- Economia no custo operacional prevista em cerca de US$ 5/t ferro-gusa extraindo em vez de comprar de fornecedores, com menor dependência de fontes externas e logística de transportes também tendo um impacto significativo sobre o bom funcionamento da unidade.

- Amostra a granel recolhida e será incorporada em programa de trabalho de teste de unidade piloto com perfuração exploratória a iniciar em breve.

O Sr. Ben James, Diretor Geral da Baobab, comentou hoje: "A decisão da empresa de adicionar valor no local através da produção de ferro-gusa é devida à posição estratégica rara Projeto na confluência das commodities de minério de ferro e de produção de aço, nomeadamente minério de ferro, carvão, energia e água. Podemos agora acrescentar carbonato a essa lista. A alimentação de carbonato é uma parte essencial do processo de produção de ferro e encontrar depósito tão importante tão perto do bloco de recursos de Tenge/Ruoni marca outra outra caixa onde a Baobab pode garantir a segurança do abastecimento.

"Com a incorporação do material de carbonato de Massamba nos programas de trabalho de teste em curso, a Empresa será capaz de fornecer as evidências empíricas à escala piloto de que o processos resulta e que a baixa impureza de ferro-gusa pode ser vencida usando o minério de ferro da Baobab, fluxos da Baobab e carvão de baixo custo de origem local".

Para visualizar a versão em inglês, por favor visite:
http://media.abnnewswire.net/media/en/docs/76163-LON-BAO-20131105.pdf

Baobab Resources PLC
Ben James: Managing Director
Tel: +258 21 415 200

Jeremy Dowler: Chairman
Tel: +44 1372 450529

Frank Eagar: CFO
Tel: +258 21 415 200

Grant Thornton UK LLP
Philip Secrett | David Hignell	| Jamie Barklem	
Tel: +44 20 7383 5100

Shore Capital Stockbrokers
Jerry Keen | Toby Gibbs
Tel: +44 20 7468 7964

Fortbridge Consulting
Matt Beale
Tel: +44 7966 389 196

]]>
newsroom@abnnewswire.net
<![CDATA[ Baobab Resources Plc (LON:BAO) Assinado MDE de Energia Elétrica com a Distribuidora Nacional e Atualização Operacional ]]> br32744 Y http://www.abnnewswire.net/press/br/32744/ Thu, 24 Oct 2013 17:00:51 GMT Baobab Resources Plc (LON:BAO) ("Baobab" ou a "Empresa") tem o prazer de anunciar que assinou um Memorando de Entendimento ('MDE') com a empresa estatal de energia de Moçambique, Electricidade de Moçambique ('EDM') para em conjunto comissionarem um estudo detalhado de opção de rede sobre os requisitos de energia do Projeto de Tete. O MDE assinala um passo significativo para o desenvolvimento e formalização de um contrato de aquisição de energia com a EDM.

A Companhia também tem o prazer de fornecer uma atualização operacional breve sobre os programas de trabalho de Estudo de Viabilidade Susceptível de Financiamento no projeto de ferro-gusa e de ferro-vanádio de Tete.

DESTAQUES

- Memorando de Entendimento assinado com empresa nacional de energia EDM.
- Relatório da definição de âmbito de impacto ambiental aprovado incondicionalmente aprovado pelas autoridades moçambicanas. O relatório constitui a base da Avaliação de Impacto Ambiental, Social e de Saúde ('ESHIA') em curso. Os estudos de base ESHIA das estações de chuvas e seca foram concluídos com êxito.
- Perfuração para elevar o bloco de recursos de Tenge a uma categoria medida (JORC) está em curso, com duas plataformas de circulação reversa ('RC) em operação no momento e uma plataforma de diamante em movimentação para o local.
- Foi descoberto um depósito significativo de calcário/dolomite 5km ao noroeste do bloco de recursos de Tenge/Ruoni. Amostras representativas de lascas rochosas, atualmente a ser analisadas, irão determinar a adequação do depósito como uma fonte de fundentes para o processo de produção de ferro.
- Trabalhos de teste de redução e de fundição à escala real trabalhos estão em fase de conclusão no CSIRO, na Austrália, com resultados detalhados esperados nos próximos meses.
- Foi coletada uma amostra de massa e está sendo enviada para trabalhos de teste a escala piloto de cominuição, beneficiamento e redução antes de estudos de fundição.

O Sr. Ben James, Diretor Geral da Baobab, comentou hoje: "O MDE é um marco significativo para a Baobab em suas negociações em curso com os setores público e privado para assegurar o acesso a infraestrutura necessária. A Empresa aguarda com expectativa a oportunidade de trabalhar com EDM para delinear uma solução definitiva de energia para o projeto de Tete.

"Outros aspectos operacionais do Estudo de Viabilidade Susceptível de Financiamento estão progredindo em bom ritmo. A disponibilidade de plataformas na província de Tete tem trabalhado em favor da Baobab, permitindo a aceleração do programa de perfuração de recursos medidos no bloco de recursos de Tenge. Além disso, a descoberta de um recurso de calcário/dolomite, próximo à operação proposta é de importância estratégica.

"Baobab também está muito satisfeita em anunciar a aprovação do relatório de definição ambiental que juntamente com o Pré-Estudo de Viabilidade, forma a documentação de base para um pedido de título de mineração."

MEMORANDO DE ENTENDIMENTO
Um Memorando de Entendimento ('MDE') foi assinado entre a Empresa e a empresa estatal de energia de Moçambique, Electricidade de Moçambique ('EDM'). Como parte do MDE, ambas as partes acordam em comissionar em conjunto um estudo detalhado de opção de rede que irá identificar e estabelecer prioridades para potenciais fontes de energia e estruturas de funcionamento e estimar com precisão as tarifas. Baobá contratou os consultores especializados internacionalmente respeitados, Parsons Brinckerhoff, para completar o estudo, cujos resultados serão incorporados no Estudo de Viabilidade Susceptível de Financiamento.

Para ver a atualização completa, por favor visite:
http://media.abnnewswire.net/media/en/docs/76041-bao_20131011.pdf

Baobab Resources PLC
Ben James: 
Managing Director
Tel: +258 21 415 200

Jeremy Dowler: 
Chairman	
Tel: +44 1372 450529

Frank Eagar: 
CFO
Tel: +258 21 415 200

Grant Thornton UK LLP
Tel: +44 20 7383 5100

Shore Capital Stockbrokers
Tel: +44 20 7468 7964

Fortbridge Consulting
Tel: +44 7966 389 196

]]>
newsroom@abnnewswire.net